Tempo de vida…


Relogio DaliUma chispa de pensamento e o tempo pareceu curto

Não lerei todos os livros de minha biblioteca

Ela é grande e perdi tempo em conversar inúteis

Não viajarei a todos os lugares desejados

Quando poderia ter ido, acabei ficando

Muitos amores não serão completados

Pelo medo do fim, negligenciei o começo

Filmes brilhantes não serão vistos

Imagens fúteis me tomaram o tempo

Sobrarão garrafas de bons vinhos

Poderiam ter sido sorvidas em momentos de amor

E ideias não serão escritas

Perderam-se pela demora

O tempo parecia sobrar e agora falta

A existência não é o canto de um quarto

O olhar pela janela

É ir à rua, a distantes rincões desconhecidos

Transformar o conto da própria história em romance de muitas páginas

Repletas de emoções, de experiencias inusitadas, do novo

A intensidade da vida poderá alongar o tempo

Afinal o tempo é mera percepção, vida em potência

Verdades só descobertas tardes demais…

  1. Nenhum comentário ainda.
(não será publicado)