Bem – Vindo

No século XIX, Fiodor M. Dostoievski, entre outros trabalhos, publicava em um jornal, de forma compartimentada, seu extraordinário romance intitulado Humilhados e Ofendidos. Feliz da cultura capaz de ver um periódico trazer ao público tão belo e profundo trabalho. Nos dias atuais os jornais, quase sem exceção, publicam escritos de baixa qualidade, atendendo ao conceito moderno de comunicação: informar quem não quer pensar. Daquela época até hoje a tecnologia obteve uma evolução impensável. A Internet conectou o planeta em tempo real e a comunicação dá-se de forma livre, por quem queira se comunicar. Um blog é uma destas expressões. Resolvi criar um para interagir com pessoas interessadas em cultura. Posso ensinar e aprender. Poderemos recuperar em parte, pelas vias tecnológicas da modernidade, um pouco da grande qualidade de outrora, impressa nas antigas gráficas mecanizadas.

16 Comentários

Programa Fragmentos da História – TVAL – 21/08/2015

Nenhum comentário.

À Arte

Minha análise do momento brasileiro:


À Arte

Há momentos nos quais a história nos coloca à beira do abismo
Com a complacência das massas ignaras, os cultivadores da morte vencem
Em busca de proteção, fazem triunfar o pai perverso
A violência se institucionaliza, a liberdade e as diferenças são massacradas
A vida torna-se um perigo e podem nos matar a qualquer instante
O medo impõe o sofrimento como condição de existência
A luz da vida boa se apaga e a escuridão parece ser infinita
Mas a dor é a maior fonte da arte, da poesia e das lutas por liberdade
É hora de tomarmos as armas da palavra, da música e da paz
Vamos cantar, vamos amar e, entre abraços e beijos, fazer política
Assim evitaremos a guerra logo à frente
Como já foi feito e talvez teremos de fazer de novo.

Nenhum comentário.

Desobediência Civil

https://

 

Nenhum comentário.

Entrevista

 

Nenhum comentário.

Tocando em Frente, por Almir Sater

https://

 

Nenhum comentário.

Carinhoso

https://

Nenhum comentário.